Dragon Cheats Oficial

Como jogar Magic The Gathering 2013!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Como jogar Magic The Gathering 2013!

Mensagem por mateusinho em 3/10/2012, 19:23

Magic The Gathering Duels of Planeswalkers 2013 é a adaptação oficial mais recente do famoso jogo de cartas Magic: The Gathering, lançado em lojas especializadas de RPG no início da década de 1990. O game continua a tradição de ser lançado anualmente, sempre contendo as principais cartas das novas expansões e também apresentando o jogo a uma nova geração de fãs.



O melhor de tudo nesta versão é que ela está totalmente em português nos consoles e também no PC. Mas, para jogar, ainda é preciso aprender as regras básicas e até algumas táticas mais corriqueiras. Afinal, ninguém quer fazer feio quando encontrar um adversário online e tentar a sorte em um duelo de baralhos repletos de poderes, criaturas e magias.

Confira algumas de nossas dicas e tente sair sempre vitorioso de seus embates!

Um jogo mágico

Magic: The Gathering, ou apenas “Magic”, consiste em colocar cartas na mesa (ou simplesmente “baixar”, como é costume falar) para invocar magias e criaturas no jogo. Para isso, é preciso que você também baixe Manas, ou cartas de terreno, que representam cinco cores básicas capazes de acumular poder para invocar magias ou criaturas ainda mais poderosas.

O objetivo em Magic é sempre o mesmo: você e seu oponente são poderosos magos com a missão de derrotar um ao outro, de diversas maneiras possíveis. A mais comum delas é acabar com os PV, ou Pontos de Vida, do adversário. Cada jogador começa com 20 pontos de vida e este número pode diminuir ou aumentar, seja com um golpe do inimigo ou com um poder de cura.



Cada jogador começa a partida com um baralho, ou deck, que pode variar entre 40 e 60 cartas. Na verdade, o mais comum é utilizar 60 cartas, e este é o número ideal para construir e usar um baralho consistente, que vá te dar alguma chance contra um oponente poderoso. É preciso ter em mente que todos os oponentes que você encontrar pelo caminho serão poderosos, já que nunca se sabe quais são as cartas e tipos de cartas que ele ou ela irá utilizar contra você. Lembre-se que os embates são sempre em turnos.

As cinco cores básicas do Magic são vermelho (montanhas), preto (pântanos), verde (florestas), azul (ilhas) e branco (planícies). Os nomes em parênteses representam os respectivos terrenos de cada cor. Estas cores também possuem suas próprias características e especialidades: o vermelho é focado em dano, enquanto o branco é focado em cura. O preto é especialista em acabar com criaturas e o azul tem muitas magias. O verde fica por conta do crescimento de criaturas. Essas “especializações” não são regras, mas são os pontos mais comuns entre as cores.

Estas são as informações básicas sobre Magic. Após entender estes conceitos é hora de aprender o funcionamento básico das cartas que não são terrenos.

Invocando magias e criaturas

As cartas de Magic são fáceis de entender, ainda mais quando estão em português. Elas possuem descrições precisas sobre seu funcionamento e geralmente números que podem significar custos de invocação, ataque, defesa e por aí vai. Além de terreno, são seis os tipos de cartas: criatura, feitiço, mágica instantânea, encantamento, artefato e Planeswalker. Vamos entender um pouco cada uma delas:

As criaturas são as cartas que você baixa na mesa para que ataquem outros jogadores. É com elas que costumamos vencer partidas, mas essa não é a principal forma. Contudo, é sempre bom ter criaturas na baralho, pois elas formarão verdadeiros exércitos e entrarão em batalhas para você. É normal que as criaturas possuam dois números na parte inferior direita da carta. Estes números variam – podem ser 1/1, 2/2, 5/5 e até 7/7 – e representam ataque e defesa das criaturas.



O ataque é o número de dano que ela vai dar ao jogador ou a outra criatura quando vai atacar, enquanto a defesa é a quantidade de danos que ela pode tomar (de uma mágica ou de outra criatura) antes de morrer e ir ara o cemitério de cartas (em outras palavras, ser removida da mesa). Algumas criaturas ainda possuem habilidades secundárias, que sempre são explicadas nas próprias cartas.

Feitiços e mágicas instantâneas são bem parecidos, mas possuem diferenças básicas entre si: um feitiço só pode ser jogado no seu próprio turno, enquanto uma mágica instantânea pode ser jogada a qualquer momento, mesmo no turno do seu oponente, desde que você tenha a quantidade de manas suficientes para tal feito. Cada feitiço ou mágica instantânea tem seus próprios efeitos, que podem variar entre dano a jogadores e criaturas, cura e efeitos especiais que podem prejudicar ou ajudar um jogador na batalha. Após usados, feitiços e mágicas instantâneas são descartados e removidos da mesa.

Assim como os feitiços, os encantamentos só podem ser jogados no seu próprio turno, mas eles permanecem na mesa até que seu inimigo os destrua. Eles geralmente servem para encantar criaturas e dar bônus de batalha ou outras habilidades. São muito úteis quando bem usados. Já artefatos são o que o nome diz: cartas que representam coisas mecânicas, que podem ser criaturas e até ter um funcionamento mágico. Cada artefato varia muito entre si e cada um tem seus próprios poderes descritos nas cartas.



Por fim, os Planeswalkers são um pouco mais complexos de se entender. Eles não são criaturas, mas entram em jogo para te ajudar. Basicamente, Planeswalkers são jogadores que podem ser invocados para a mesa e que te ajudam de forma inigualável. São, basicamente, os seres mais poderosos que podem entrar em jogo, que possuem poderes incríveis que vão desde remover metade da vida do oponente a fazê-lo descartar todas as cartas que tiver na mão.

Vale avisar que para invocar qualquer tipo de carta é bom ficar de olho no canto superior direito de cada uma, onde está descrito seus custos. Uma carta com dois ícones vermelhos significa que ela pede dois manas vermelhos para ser invocada. Já uma carta com um ícone e um número 2 por cima, por exemplo, significa que ela pede dois manas de qualquer cor para ser posta em jogo. O número de manas variam muito e existem até mesmo cartas que pedem mais de uma cor ao mesmo tempo.

Organize-se!

Cada turno em Magic possui sua própria ordem. Com exceção do primeiro do jogo todo, um turno começa sempre com um jogador comprando uma carta do baralho. Cada jogador já começa com sete na mão e a partir dali elabora sua estratégia de como pode vencer e começar a baixar suas cartas para colocá-las em jogo.

Após comprar um card é necessário passar pela fase principal, onde você pode baixar um terreno (no máximo um por turno) e invocar suas criaturas ou mágicas de acordo com a quantidade de terrenos que tiver na mesa e o custo de cada carta.



A próxima fase é a do combate, onde você escolhe quais criaturas irão atacar o oponente e assim define sua estratégia. É importante saber que uma criatura colocada em jogo em determinado turno não pode atacar neste mesmo turno, só no próximo, a não ser que ela tenha uma habilidade que contrarie esta regra.

A última fase do seu turno vem após a batalha, onde você realiza a manutenção final de suas cartas na mesa, bota em jogo algum encantamento, algum artefato ou alguma criatura adicional, como desejar – e claro, se ainda tiver mana suficiente para isso.

Algo que você deve aprender: as cartas na mesa sempre entram em jogo na vertical, pois para usá-las é preciso virá-las na horizontal. Quando uma carta está virada, ela não pode ser usada para mais nada até o seu próximo turno. Quando seu próximo turno começar você deverá primeiro desvirar todas as suas cartas, a não ser que estejam sobre alguma influência de encantamento ou habilidade que as impeça de desvirar.

Prepare-se bem

Com o tempo você vai poder estudar as cartas que possui e ver qual é a mais poderosa, qual pode ser combinada com outra da melhor forma e qual se adequar mais à sua estratégia de jogo. Você pode querer montar um baralho de criaturas rápidas (que custam menos mana para serem baixadas) ou um baralho concentrado em magias de dano, e por aí vai.



Não há uma fórmula mágica para montar um baralho ideal. Existem, literalmente, milhares de cartas de Magic em todas as suas expansões anuais já lançadas, então é normal que um jogador novato fique perdido no início e não saiba bem qual caminho seguir, qual é a cor (ou combinação de cores) que mais gosta e por aí vai.

Existem muitas outras regras de Magic que não cabem em pouco texto, complicações extras, regras adicionais, habilidades que funcionam em conjunto com outras habilidades e mais. Por isso é sempre aconselhável que o jogador treine cada vez mais, jogue por hobbie contra amigos, sem participar de partidas mais sérias (como em campeonatos) e assim pegue um estilo próprio e o seu jeito característico de jogar Magic. Crie seu baralho, ou deck, sempre tendo em mente que pode enfrentar e sair das mais diversas situações que o adversário pode te colocar.

Magic 2013

Um bom começo é jogar cada vez mais o Magic The Gathering Duels of Planeswalkers 2013, que foi lançado recentemente. Como está em português, o jogo é de fácil acesso. Seus menus são intuitivos e com poucos cliques ou escolhas você vai estar jogando de forma fácil e rápida.



É possível começar a jogar contra o computador em um campanha – com história e tudo – ou em partidas rápidas e sem compromisso. O game te oferece uma série de baralhos pré-montados que já possuem cartas bem poderosas, mas espere vencer algumas partidas e você ganhará cartas adicionais para editar estes decks e montar suas próprias estratégias mortíferas. Se desejar, também é possível comprar cartas virtuais e assim incrementar ainda mais o baralho, mas isso é totalmente opcional.

Quando se sentir preparado, é possível ainda enfrentar oponentes online, via Internet, e assim tentar se gabar ganhando alguém. Afinal, ganhar do computador é bom, mas não é a mesma coisa que enfrentar outra pessoa, que pode ter estratégias melhores ou piores que as suas. O menu online de Magic 2013 permite partidas individuais (um contra um) ou até mesmo cooperativas (quatro jogadores divididos em times de dois para cada lado). Há ainda modos adicionais que devem ser explorados para serem destravados com o tempo.

As cartas oficiais de Magic são publicadas nos Estados Unidos pela Wizards of the Coast e no Brasil pela Devir Editora. Vale procurar no site da editora para conferir os principais pontos de venda e onde é possível comprar decks (baralhos de 60 cartas) ou boosters (pacotinhos com 15 cartas, que podem ser mais comuns ou até poderosas e mais raras, totalmente aleatório). Elabora bem sua tática e prepare-se para duelar!

Fonte:TechTudo










avatar
mateusinho
DRAGÃOAMARELO L:32

DRAGÃOAMARELO L:32

Titulo
Data de inscrição 06/01/2010
Dragon Points 41066
Número de Mensagens 2079

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum